terça-feira, 10 de março de 2015

Luxo na Reserva Imbassaí!!! Empreendimento Vila dos Lírios...


Mesmo com a crise financeira – aumento de dólar, alta da inflação e elevadas taxas de juros (Selic), comprar imóveis para alugar continua sendo uma ótima opção para quem buscar alternativas para aumentar a renda fixa.

A “cereja do bolo” está na escolha correta do imóvel. Casas de veraneio são ótimas chances deste investimento. Condomínios de luxos do Litoral Norte têm a maior alta na busca de aluguel de temporada. Tanto baianos quanto turistas do mundo inteiro, alugam casas para desfrutar as belezas naturais do litoral da Bahia. Segundo os investidores, este aquisição garante um retorno superior a 1% ao mês.

Comprar imóveis para alugar pode ser uma excelente máquina de render dinheiro. Imbassaí, Praia do Forte, Itacimirim e Costa do Sauípe são os destinos mais procurados pelos veranistas.

Conforme Nicholas Spitzman, presidente do site Alugue Temporada, a Bahia é ainda o estado com o maior número de anúncios do Nordeste, região do país que reúne no site 5.518 imóveis.


Um das apostas imobiliárias para os consumidores baianos pode está no Litoral Norte da Bahia. O empreendimento Vila dos Lírios, o mais novo condomínio de alto padrão da Reserva Imbassaí, tem sido apontado por especialistas como um dos empreendimentos com maior rentabilidade futura. O condomínio possui apartamentos de dois quartos, que custa R$ 416 mil reais e pode ser alugado em alta temporada por R$ 8 mil reais por mês.



“Na alta temporada, todas as unidades disponíveis para locação foram alugadas. A procura foi muito grande, mas tivemos pouca oferta porque nem todos os apartamentos estavam mobiliados para aluguel”, conta Luis Rodrigues, diretor comercial da Reserva Imbassaí Resort.



Para Bernardo Chezzi, especialista em Direito Imobiliário, vários imóveis podem diminuir o valor nesta época. ”A compra de imóveis para investimentos pode ser uma excelente oportunidade porque em cenários de menor liquidez os ativos costumam diminuir de preço. Imóveis que antes estavam caros podem ficar mais acessíveis. Em se falando de unidades imobiliárias, outra questão é a possibilidade de revenda que pode ser feita em um momento posterior de
valorização”, afirma o especialista.



De acordo com Luis Rodrigues, a crise financeira não afetou as vendas. “Nos últimos três meses tivemos bons resultados nas vendas dos apartamentos”, destaca o diretor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário